Amar, Dar e Compartilhar

Trad. Adriana De Mattia

Tentei tocar com a mesa da minha cozinha como faço com o meu violão, mas não consegui, então tentei com as cadeiras mas não tive nenhum resultado. Uma conclusão é que cada coisa tem o objetivo bem preciso e utilizar-la em modo diferente é inutil. Então a mesa da cozinha é para comer. E não é que bonita e útil assim? As cadeiras eu utilizei para sentar a mesa com a minha família ; e pensar que à estava para jogar fora porque não conseguia usa-las como queria, mas não era com aquele objetivo pelo qual eram construídas. Com cafeteira fiz então um bom café porque me lembrei o porquê eu a tinha comprado.

Naturalmente está estória é inventada, mas a verdade é que o homem que não encontra o seu objetivo de vida e o motivo e pelo qual foi criado fica frustrado e guarda um inexplicável senso de vazio. Falta alguma coisa.

Pois Deus o Senhor disse: ” Não é bom que o homem esteja só.” (Gênesis 2: 18).

Quando o homem vê a mulher pela primeira vez nasce o amor e a poesia.

“Deus o Senhor, com a costela que tomara ao homem, formou a mulher e a conduziu ao homem. O homem disse: ” Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne”. ( Gênesis 2.22- 23).

São feitos para amar, dar e compartilhar. Se refletindo no nosso meio social, em relacionar-se com os outros. Este homem não poderia continuar sozinho; seria incompleto, teria só recebido não tendo ninguém com quem compartilhar. Jesus reafirmou nos seus ensinamentos um comandamento em particular.

” Ama o teu próximo como a ti mesmo.” ( Mateus 22.39).

O comandamento de Deus não é dado sem motivo, há um sentido. Nos faz entender qual o objetivo, a coisa nós servimos e o que temos que fazer para sermos realizados. O amor é o centro. O conceito expresso no Velho Testamento. Jesus repete e sublinha em modo único, novo e sem precedentes.

” Eu vos dou um novo comandamento que vos ameis uns aos outros. Como eu vos amei, também vos ameis uns aos outros.” ( João 13: 34).

É necessário amar o próximo como a nós mesmos e os nossos irmãos em Cristo com o mesmo amor que o Senhor teve por nós. Visto que não é fácil vale a pena sobrelinhar quanto seja a satisfação pessoal quando conseguimos cumprir esse específico comandamento que nos é dado do Senhor. Jesus no quarto evangelho disse:

” Quem crê em mim rios de águas vivas saíram do seu interior. (João 7. 38).

Não entendia bem esse versículo até quando um homem de Deus um dia me explicou na igreja um detalhe sobre o Mar Morto. O Mar Morto não é morto porque não recebe água, invés, ele é chamado Mar Morto porque não dá. E pior, se svazia porque a sua água se evapora; quer dizer desperdiçada. Do mesmo modo acontece com o cristão. Se está sentado no banco da igreja, escuta a palavra de Deus, mas não compatilha, não transmite o que recebeu, guardando para si mesmo, aquilo que aprendeu virá desperdiçado. O seu comportamento havendo entristecido o Espírito Santo, o impedirá de se sentir realizado. Já te aconteceu? Se sentir mal porque a tua preguiça ou a vergonha não deixou você compartilhar das coisas belas que você sabe da Palavra de Deus? Mesmo deixando de lado a espiritualidade, existe no homem o desejo de compartilhar o que de belo acontece na sua vida. Os avós sempre falam dos netos. Os ricos ostentam o dinheiro. Os músicos falam só de música. Os colecionistas falam só dos seus objetos raros. Nós cristãos reprimidos o nosso entusiasmo e não falamos das maravilhas de Deus.E não é isso que nos ensina a palavra de Deus inspirada do Espirito Santo. Se nós mesmos somos crentes é porque alguém nos falou do amor de Deus.

“…o que temos visto e ouvido nós anunciamos também a vocês, para que vos sejais em comunhão com nós. Ora a comunhão é com o Pai e o seu Filho Jesus Cristo. (1 João 1:3).

Os apóstolos não guardaram para eles mesmos a mensagem da salvação, ao contrário, compartilharam. Se tivessem ficado calados por egoísmo, preguiça e por medo das consequências de seus testemunhos, hoje nós não seriamos aqui. Dar é um outro aspecto que o homem se realiza em si mesmo. O Senhor Jesus é em si mesmo o exemplo de como dar.

“… tal como o Filho do Homem que não veio para ser servido mas para servir e dar sua vida em resgate de muitos.(Mateus 20:28).

Jesus disse ainda:

” Mais bem- aventurado quem dar que recebe.” ( Atos 20: 35)

O pecado se coloca entre nós e a livre realização e manifestação daquilo que é belo da nossa natureza humana original antes da queda. Hoje graças ao Espírito Santo podemos recuperar a possibilidade de fazer aquilo que é justo e experimentar a satisfação que só pode te dar o objetivo pelo qual nós fomos criados.

 

The Christian Counter

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *